7º Ano – A construção dos textos sagrados

Com o passar do tempo, como Tradições Religiosas organizaram seus Textos Sagrados para fundamentar e apresentar de modo significativo um conjunto de possíveis respostas referentes às questões existenciais. Tais textos são conceituais em cada Tradição Religiosa ao evocarem o Transcendente, uma essência da vida e vivência de virtudes como respeito à dignidade do outro, o amor, a solidariedade e responsabilidade social.

Os primeiros registros pré-históricos da comunicação foram criados em cavernas em forma de desenhos. São representações rupestres de animais, caçadores, plantas, rituais e outros relacionados ao cotidiano, dentre eles, uma possibilidade de expressão de suas crenças. Esses registros possibilitam encontrar os costumes dos personagens ao representar a sua relação com uma natureza e como as pessoas entre si. Trata-se, portanto, de uma expressão de comunicação do passado para o presente.

O desenvolvimento da escrita se deu de forma progressiva. Não há informações sobre este documento, por favor, informe-nos para saber o documento de edição e informações importantes sobre diferentes pessoas e culturas.Para como tradições religiosas, como registros escritos, celebrações, experiências, crenças e divulgação histórias e ensinamentos que são transmitidos de maneira oral. Os registros escritos nas tradições religiosas constituem-se fontes de ensinamentos da mensagem religiosa, da doutrina, das normas e preceitos, como também das maneiras de relacionar-se com o Transcendente.

Dentre os registros escritos, os textos chamados sagrados constituem-se como patrimônio das Tradições Religiosas por serem um instrumento material de comunicação e fonte de unidade entre os seguidores, nos quais encontram as orientações para observar a vivência de sua
Crença. Esses registros possibilitam conhecer as diferentes formas de culto ao Transcendente que passaram a se consolidar até os dias atuais.

É desafiador compreender como esse processo se deu, pois hoje nos comunicamos com meios muitomais acessíveis e rápidos, proporcionados pelas descobertas históricas, culturais, científicas e tecnológicas. Lembremo-nos que tudo passou e passa por muitas mãos e de geração em geração. É grandioso da nossa parte utilizar os instrumentos a que temos acesso para transmitir informações corretas, para dizer quem somos, o que pensamos e o que pretendemos fazer para preservar a riqueza cultural e religiosa que a humanidade já produziu e está produzindo.

Na tradição escrita, encontramos registros da relação do ser humano com o Transcendente nas diversas culturas e Tradições Religiosas. São os textos considerados sagrados.

Para os cristãos, a Bíblia é um texto escritosob a inspiração de Deus. É um conjunto de73 livros para os católicos e de 66 para osprotestantes. Foi escrito por diversos autores de diferentes grupos, contextos e tempos, posteriormente reunidos em um único livro, dividido em duas partes. A primeira chama-seAntigo Testamento.

Relata a história do povo hebreu e recorda o período de em média 1 200 anos a.C. Nessa parte, o conteúdo dos livros se refere às alianças que Deus fez com Adão, Noé, Abraão e com Moisés. A Bíblia foi escrita em folhas de papiro, pelos escribas, que utilizavam em seu trabalho tinta feita de carvão e cola e caneta de junco.

A segunda parte chama-se Novo Testamentoe se refere à vida de Jesus: nascimento, morte e ressurreição, seus ensinamentos e seu posicionamento frente aos problemas e necessidades da época. Depois da morte de

Jesus, alguns dos seus discípulos e seguidores passaram a registrar o que havia acontecido. Os registros eram feitos em pergaminhos, todos escritos manualmente. Os primeiros textos foram escritos em hebraico, aramaico e grego, traduzidos no séc. IV por São Jerônimo numa versão em latim, chamada Vulgata, da qual provém as traduções das atuais Bíblias.

Os ensinamentos apresentados no Texto Sagrado dos cristãos se revestem de sabedoria, profundidade e linguagem simples. Um exemplo são as parábolas que Jesus contou aos que se encontravam a sua volta. Utilizava uma linguagem acessível e citava personagens, elementos e objetos da natureza, conhecidos de seus ouvintes.

Para o Hinduísmo, os textos mais antigos são os Vedas que foram escritos num período próximo que vai de 1 700 a 1 100 a. C., em sânscrito, língua originária da Índia. A palavra Veda, significa conhecimento. Fazem parte dos Vedas: Rigveda, Yajurveda, Samaveda e Atharvaveda. Neles encontram-se ensinamentos, cantos ou mantras, hinos, sacrifícios e rituais. Punjabe, região dos cinco rios, é o local onde provavelmente tenha sido escrito o Rigveda, o mais antigo dos Vedas. Não se tem certeza quanto a autoria dos textos védicos pela distância dos tempos atuais.

Para os budistas, a fonte de todos os textos sagrados é Buda. A maioria dos estudiosos concordam que os Três Cestos registram os ensinamentos dele escritos em língua Páli, língua esta que o próprio Buda falava.Mas os escritos budistas não se resumem apenas aos Três Cestos que, por sua vez, são um conjunto de diversas obras individuais cujos autores ( da maioria) não são conhecidos. São registros que, segundo a tradição budista, foram categorizados, isto é, classificados por um dos discípulos escolhidos por Buda. Shariputra, foi o discípulo que mais se ocupou em buscar respostas em relação à realidade, realizou esta atividade ainda quando Buda estava vivo. Historicamente,há probabilidade de os textos sagrados budistas terem sido escritos apenas no século I a. C., no Sri Lanka

Para os Islâmicos, o Alcorão é a revelação da palavra de Allhá transmitida pelo arcanjo Gabriel, na língua árabe, para Maomé. Segundo essa Tradição Religiosa, enquanto Maomé estava vivo, os ensinamentos foram mantidos na memória e recitados aos seus discípulos que os escreviam em pergaminhos, cascas de árvores e pedras. Depois da sua morte, em 632 d.C., foram recompilados por escrito pelo jovem Zaid b’Thabit.

O Alcorão, segundo a tradição islâmica, configuro-se em sua atual forma depois que o caifa Uthman mandou um grupo de muçulmanos fazerem uma nova compilação, seguida por outras. Assim, depois de 14 versões, no século IX obteve-se o texto definitivo.O Alcorão é formado por 114 suras ou capítulos que possuem um número e um título. As suras são compostas por versículos. No Alcorão, geralmente as suras mais longasencontram-se no começo do livro e as mais curtas no seu final. No início de cada sura há invocação, uma frase, que se repete: Em nome de Deus, o Misericordioso, o Compassivo.

O Judaísmo reuniu em três seções o seu Texto Sagrado. A primeira se chama Tora (leis interpretadas por Moisés), ela é um rolo único que contém os cinco primeiros livros da Bíblia habraica: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Segunda se chama Nebiin (escritos dos profetas) e a terceira de Ketubim (escritos inspirados).

O Texto Sagrado no Judaísmo é revelação de Deus aos homens e apresenta o desenvolvimento da comunidade. Sua finalidade é preservar os costumes e a tradição entre as gerações.A Tora é o Texto mais Sagrado do Judaísmo. Ela é reproduzida por um escriba chamado de sofer, que conhece as regras de como escrever cada palavra, garantindo o espaço adequado entre elas. Utiliza para escrever um pergaminho feito da pele de um animal, uma pena de ganso e a tinta em que a mergulha é preparada a partir de uma receita antiga. Esse trabalho é demorado e depois de finalizado é conferido pelo sofer que o escreve e por especialistas. Se após o uso da Tora ocorrer desgaste de uma letra o sofer precisará restaurá-la, no entanto, caso o desgaste não permita a restauração, o rolo é enterrado em um cemitério judaico. A história dos Textos Sagrados escritos envolve, em praticamente todos eles, um número significativo de pessoas. Isto porque os textos escritos são consequência de fatos e ensinamentos marcantes na relação do ser humano com o Transcendente em que se revela o resgate do direito à dignidade, à justiça social e à vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s